Home / DESTAQUE 1 / “92% dos municípios da Bahia pagam abaixo do piso”, diz APLB-Sindicato

“92% dos municípios da Bahia pagam abaixo do piso”, diz APLB-Sindicato

O anúncio do reajuste do piso salarial dos professores de escolas públicas, anunciado nesta quinta-feira (14) pelo Ministério da Educação (MEC), não é unanimidade entre o sindicato da categoria e as prefeituras baianas, que precisarão desembolsar mais para pagar o novo vencimento dos profissionais de ensino. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB-Sindicato), Rui Oliveira, o novo aumento seria comemorado se grande parte dos municípios baianos pagassem o piso destinado aos professores.

crescimento-salario-de-professor-e-o-mais-baixo
Humor da cartunista Nani (Imagem: http://www.nanihumor.com)

No entanto, quase a totalidade das prefeituras não remunera os profissionais com este valor, segundo Oliveira. “92% dos municípios da Bahia pagam abaixo do piso”, afirmou em entrevista nesta quinta ao Bahia Notícias. De acordo com o presidente do sindicato da categoria, um encontro com lideranças regionais da entidade nos próximos dias 29, 30 e 31 de janeiro discutirá, em Salvador, medidas para obrigarem os prefeitos a pagar o piso, considerado constitucional desde 2013 pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Por| Bruno Luiz /Bahia Notícias / IguaíBAHIA

Sobre Wendel Oliveira | IguaíBAHIA.com.br

Wendel Oliveira | IguaíBAHIA.com.br
Wendel Oliveira Sousa. Nasceu na cidade de Macaúbas, sertão da Bahia. Mora em Iguaí desde 2013. É professor de História e Filosofia. Também é 'apaixonado por rádio' e colaborador da Rádio Comunitária Iguaí FM, onde apresenta o Programa Em Pauta e o Esporte em Debate.

Veja Também

Iguaí: Ibiporanga II Vence Riachão de Lô na abertura do Campeonato Rural 2017

Na tarde deste domingo, 01 de Outubro de 2017, por volta dás 15h20, no distrito ...