Home / NOTÍCIAS / BAHIA / Iguaí: Após polêmica do Whatsapp, Secretaria de Saúde diz que ”atestado médico só do INSS”

Iguaí: Após polêmica do Whatsapp, Secretaria de Saúde diz que ”atestado médico só do INSS”

O Secretário de Saúde de Iguaí, Advogado José Anailton Ribeiro, popularmente conhecido por Xapolim, baixou uma portaria no último dia 26 de Janeiro, no minimo polêmica, depois de barrar o uso do Whatsapp, o Secretário agora, diz que os atestados médicos apresentados pelos funcionários da secretaria, só terão validade se forem emitidos por médicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e se isso não acontecer, terá que passar pelo crivo do médico revisor, que trabalha em um posto de saúde da Prefeitura.

Veja o decreto.
Veja o comunicado.

 

Para que um médico perito do INSS, faça um atestado, o período de afastamento deve ultrapassar  o prazo de 15 dias no minimo de afastamento.

O que diz o CFM?

O parecer Nº 15/95, aprovado em 06 de abril de 1995, do Conselho Federal de Medicina (CFM), diz que a empresa somente poderá recusar o atestado médico, se comprovar através de junta médica que o trabalhador está apto ao trabalho. A recusa de um atestado só se justifica se ele for falso ou contrariado por junta médica.

 

|Por Luan Soares

 

Sobre Luan Soares

Luan Soares
Luan Soares, Natural de Cotia-SP, é Estudante de Marketing e Comunicação Social. Possuí vários cursos na área de Informática e Comunicação. Atualmente trabalha como Analista de Mídias Sociais e Radialista na Rádio 104,9 Iguaí FM, onde apresenta o Programa Livre e é responsável pelo Jornalismo da emissora, onde apresenta o Programa Informativo 104, É DJ Producer e Coordenador Movimento Abda da PNSPS, e atual Presidente do Comjuve/Iguaí (Conselho Municipal da Juventude) [2017-2020].

Veja Também

Cacau Novaes lança a nova edição do livro Marádida

O poeta e escritor iguaiense Cacau Novaes estará lançando a nova edição do seu livro ...