Home / DESTAQUE DE GIRO / Bahia bate Juazeiro e garante vaga na decisão do estadual

Bahia bate Juazeiro e garante vaga na decisão do estadual

Tricolor suporta a pressão inicial do time do interior, vence fora de casa e começa a decidir o título no próximo domingo, na Arena Fonte Nova.

Foto: Eduardo Martins | Ag. A Tarde
Foto: Eduardo Martins | Ag. A Tarde
andersontalisca_bahia_futura.jpg_95
Anderson Talisca comemora o gol da vitória do Bahia (Foto: Futura Press)

Um time que soube administrar a vantagem conquistada e jogou o suficiente para garantir vaga na decisão do Campeonato Baiano. Este foi o Bahia que venceu o Juazeiro por 1 a 0, neste sábado, no estádio Adauto Morais, na cidade do norte do estado. Anderson Talisca marcou o gol único da partida, ratificando a vaga de um Tricolor que resistiu à pressão inicial do anfitrião e deixou o campo classificado para tentar o seu 45º título estadual, após dois triunfos nas semifinais. Os donos da casa ainda desperdiçaram uma cobrança de pênalti na etapa final.

No jogo de ida, no meio da semana, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Bahia venceu por 2 a 0, tirando a vantagem do time do interior, que fez campanha melhor na segunda fase e jogava por dois resultados iguais.

Agora o Bahia tem a chance de apagar com um título a má impressão passada na maior parte do campeonato. Fez uma campanha irregular, vencendo apenas três dos dez jogos disputados. De quebra, pode reconquistar o desconfiado torcedor, com quem vive uma conturbada relação nesta temporada. O caminho do bi passa por Vitória ou Juazeirense. O adversário será conhecido neste domingo, mas a chance maior é de enfrentar o arquirrival, que venceu o jogo de ida por 4 a 0 no Barradão.

Independentemente do adversário, é certo que o Bahia fará a primeira partida da decisão no próximo domingo, na Arena Fonte Nova, já que tanto Vitória quanto Juazeirense têm campanhas melhores e levarão a vantagem de decidir o campeonato em seus domínios.  Antes da decisão, o Bahia vai até Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, para enfrentar o Luverdense, pela segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília).

Bahia segura a pressão, e Talisca marca

O primeiro tempo começou com o Juazeiro mostrando serviço e disposto a dificultar a vida do Bahia. Precisando reverter a vantagem, o Tricolor das Carrancas se lançou ao ataque na tentativa de abrir o placar ainda nos minutos iniciais. No entanto, o Bahia se segurou bem defensivamente e resistiu à blitz juazeirense. Administrando a boa vantagem conquistada em Salvador, o Bahia diminuiu o ímpeto do Juazeiro e passou a dominar as ações da partida, criando jogadas com Anderson Talisca e Zé Roberto.

A boa movimentação do esforçado Fernandão na frente também ajudou o Tricolor a melhorar em campo. Aos 40 minutos, Zé Roberto perdeu uma grande chance embaixo da trave, após falha do goleiro Marcos Vinícius. O atacante cabeceou no susto, e a bola bateu na trave. Talisca também tentou de cabeça dois minutos depois, mas sem sucesso. No entanto, aos 45 o bom momento do Bahia na partida foi coroado. Fernandão fez boa jogada e tocou para Anderson Talisca. O camisa 8 girou sobre o marcador e bateu no canto direito para abrir o placar no último ato do primeiro tempo.

Juazeiro perde pênalti, e Bahia confirma vaga

O segundo tempo foi quase uma repetição da primeira etapa. O Juazeiro começou mais assanhado e disposto ao tudo ou nada, já que precisava marcar pelo menos três gols. A equipe do interior até teve uma boa oportunidade de tirar o zero do placar ainda no começo da segunda etapa. Aos dez minutos, Titi colocou a mão na bola dentro da área. Pênalti marcado por Wilson Luiz Seneme. Na cobrança, Márcio deslocou Lomba, mas jogou para fora a chance do primeiro gol. A bola ainda beliscou a trave, antes de se perder pela linha de fundo.

O time do interior sentiu o pênalti perdido, enquanto o Bahia passou a jogar o necessário e a poupar forças. O Juazeiro tentava criar novas chances de perigo, mas foi o Tricolor que passou a chegar mais forte no ataque. Depois de perder Zé Roberto, machucado, Joel optou pelo veloz Marquinhos para explorar o contragolpe. As jogadas de perigo do Tricolor passavam sempre pelos pés de Anderson Talisca.

No fim, o placar foi mantido, e o Bahia saiu de campo garantido na decisão do Campeonato Baiano para alegria dos tricolores, em menor número nas arquibancadas do Adauto Morais, que recebeu 2.625 espectadores. Agora o Tricolor espera a definição do adversário para começar a decidir no próximo domingo o título estadual na Arena Fonte Nova.

Com informações do Globoesporte.com

Sobre Redação | IguaíBAHIA.com.br

Veja Também

Vídeo: Festa De Setembro De Iguaí 2017, A Melhor Festa De Todos Os Tempos!

Deixe uma resposta