Home / DESTAQUE DE GIRO / Um paraíso escondido na Bahia: Iguaí

Um paraíso escondido na Bahia: Iguaí

Está no imaginário coletivo: quando pensamos em paraíso, logo nos vem à cabeça imagens cheias de elementos exuberantes da natureza: praias onde o mar é azul e cristalino, florestas densas e exuberantes, rios, corredeira e cachoeiras. Os lugares que tem essas características costumam ser visitados por um grande número de pessoas, e acabam se transformando nos chamados polos turísticos. Na Bahia existem vários lugares com essas características: Chapada Diamantina, Porto Seguro, Costa do Dendê etc. O que muitos não sabem, é que o estado reserva ainda muitas surpresas com relação aos recantos que podem ser classificados como paradisíacos. Existem lugares tão belos e fascinantes como esses que enumeramos, mas que permanecem desconhecidos para o grande público.

Cachoeira da Foz do Rio Preto - Iguaí - Ba
Encontro do Rio Preto com o Rio Gongogi | Foto: Nelo Ferrari

 

Quem viaja pela movimentadíssima BR 116, saindo de Salvador rumo ao Rio de Janeiro, e passa na altura do município de Poções, a pouco mais de 400 km da capital, não imagina que ali, bem pertinho, está escondida uma das áreas mais deslumbrantes da Bahia em termos de belezas naturais. Dobrando a esquerda em Poções e viajando cerca de 50 km pela BA 262, chegamos ao município de Iguaí. Na entrada da cidade, um portal onde está escrito: IGUAÍ – FONTE DE BEBER ÁGUA.

CACHOEIRA IGUAÍ

A primeira vista não há nada de surpreendente: estamos chegando a mais um dos muitos municípios da região sudoeste do estado. O que chama logo a atenção dos observadores mais atentos é o tamanho das propriedades rurais; os moradores do lugar costumam dizer que Iguaí passou por um processo natural de reforma agrária. Quase todas as propriedades são de pequeno e médio porte. A economia gira em torno da pecuária bovina, responsável pela produção de cerca de 50 mil litros de leite por dia, e da agricultura, setor em que se destacam os plantios de cacau, café e de cana de açúcar. A cana é a matéria prima da cachaça nos mais de 60 alambiques do município. Embora seja produzida de maneira artesanal, a cachaça de Iguaí é considerada, pelos entendidos no assunto, como sendo de primeiríssima qualidade.

Outro produto das fazendas da região que faz muito sucesso é o queijo, que tem um sabor original que só os produtos caseiros costumam ter. Mas para conhecer Iguaí de verdade é preciso estar acompanhado de alguém da região. É por detrás das matas da APA da Serra do Ouro, que se escondem as principais belezas naturais do lugar. A identidade do município como destino turístico ainda está sendo construída, o que dificulta um pouco o acesso a essas áreas.

Ao mesmo tempo, isso confere certo clima de pioneirismo aos passeios. A prefeitura está desenvolvendo um programa para a formação de guias que possam acompanhar os visitantes nas trilhas da mata atlântica. Quem se aventura pelas estradas de barro que levam até os paraísos escondidos do lugar, dificilmente vai encontrar com outro grupo de visitantes. Pelo menos, por enquanto, ainda é assim. A melhor opção para percorrer as trilhas, muitas vezes difíceis, são os carros tracionados, que não correm o risco de atolar ou de não conseguir superar os obstáculos que podem surgir no caminho. É aconselhável também levar água e um calçado para andar no mato, já que a graça do passeio, é que nem todos os percursos podem ser feito de carro. Uma vez equipado e acompanhado de um guia, o turista pode começar a aventura sem medo.

Na APA da Serra do Ouro existem mais de 1000 nascentes e quedas d’água catalogadas. São cachoeiras de todos os tipos e tamanhos. As mais conhecidas são a do Argentino, a cachoeira do Dino e a cachoeira de Bequinha. Algumas delas têm mais de 50 m de altura e são perfeitas para a prática do rappel. Aliás, é bom ressaltar que o município inteiro tem um potencial imenso para a prática dos chamados esportes de aventura. A Serra do Ouro, por exemplo, com correntes de vento sempre generosas, é ideal para a prática do voo livre. Algumas experiências realizadas por especialista nesse esporte permitiram o voo de parapente até o município vizinho de Poções, que fica a cerca de 50 km de distância. As corredeiras permitem a prática do rafting e da canoagem, e os trechos mais tranquilos dos rios possibilitam expedições de exploração com o SUP – stand up paddle. As trilhas para caminhada na mata são inúmeras e cheias de surpresas. Além das cachoeiras, o aventureiro encontra uma flora e uma fauna muito ricas. Não é sem razão que o local é um dos preferidos pelos observadores de pássaros. Não deixe de levar roupa de banho; quando no meio de uma trilha, no calor da caminhada, você se deparar com uma cachoeira de água fria que deságua numa bacia de água cristalina, com certeza não vai resistir ao prazer de um bom mergulho.

Por tudo isso que descrevemos, não há a menor dúvida de que um dia o município de Iguaí será reconhecido como um dos principais destinos turísticos da Bahia. Com tantos atrativos, falta apenas a divulgação para que isso aconteça. A estrutura para receber os visitantes ainda é muito modesta. A cidade tem apenas três hotéis, e as diárias giram em torno de R$ 100,00 por casal. A melhor época para visita é o inverno, quando os rios estão com toda força, mas no verão a viagem também é muito agradável.

Quando for embora, depois de ter lavado o corpo e alma nas cachoeiras e desfrutado das outras maravilhas das paisagens da Serra do Ouro, não se esqueça de levar um estoque de queijo e alguns litros da melhor cachaça artesanal da região. Você, com certeza, sairá surpreso, com as energias totalmente renovadas, e com muita vontade de retornar. Ah! Não esqueça também de indicar o passeio aos amigos. Iguaí agradece.

Lugar: Iguaí, APA – Serra do Ouro. População: 27.000 habitantes. Distâncias de Salvador 497 km, Vitória da Conquista 110 Km, Ilhéus 140 Km, Itapetinga 100 Km, Jequié 130 Km e Ibicuí 15 Km.

Veja alguns links sobre Iguaí:

No G1

Youtube

Gazeta Turismo

Uol

Terra

Youtube

 

 Com informações do site da UPB

Sobre Redação | IguaíBAHIA.com.br

Veja Também

Iguaí: Ibiporanga II Vence Riachão de Lô na abertura do Campeonato Rural 2017

Na tarde deste domingo, 01 de Outubro de 2017, por volta dás 15h20, no distrito ...

Deixe uma resposta