Home / NOTÍCIAS / BAHIA / Governador anuncia que metrô de Salvador entrará em funcionamento em 2014

Governador anuncia que metrô de Salvador entrará em funcionamento em 2014

A população vai poder circular e utilizar o metrô da capital baiana, no primeiro trecho, que vai da Estação Lapa até a Estação Retiro, em 2014. O anúncio foi feito nesta terça-feira (15) pelo governador Jaques Wagner durante assinatura de contrato de concessão do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, por meio de Parceria Público-Privada, que autoriza a conclusão da Linha 1 e a construção da Linha 2.

metro salvador
A cerimônia no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador, teve a presença da presidente Dilma Rousseff, do governador Jaques Wagner, ministros, secretários estaduais, entre outras autoridades. O diretor-presidente do Grupo CCR, responsável pela obra, Harald Peter Zwetkoff, confirmou a previsão, informando que em junho do próximo ano o metrô começa a rodar em fase de teste, “uma operação assistida, sem cobrança de tarifa”, e a partir de 15 de setembro inicia a operação comercial.
No evento, a presidenta anunciou a liberação de mais R$ 700 milhões para as obras se mobilidade urbana na capital, por intermédio do PAC Mobilidade, que vai possibilitar a extensão do Sistema Metroviário de Salvador – segundo trecho – até o bairro de Águas Claras/Cajazeiras, e ainda a liberação de verbas para outras obras na capital.
De acordo com Dilma, além do metrô de Salvador/Lauro de Freitas, do complemento da Linha 1, o governo federal vai oferecer outras duas ações para melhorar o transporte público de Salvador – a implantação de 13 quilômetros de BRT (Bus Rapid Transit) da Lapa ao Iguatemi e outro trecho de Águas Claras a Paripe, e do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) metropolitano (Comércio/Calçada/Paripe).
Obras em andamento 
O governador destacou os trabalhos que vão ampliar a mobilidade da cidade. “Serão investidos R$ 7,3 bilhões, incluindo verbas dos governos federal, estadual e municipal e da iniciativa privada, de modo que, no final de 2014, a população vai poder circular e utilizar o metrô no primeiro trecho, que em seguida será estendido até Cajazeiras/Águas Claras”.
Jaques Wagner enfatizou que algumas obras já estão em andamento para facilitar a mobilidade urbana, a exemplo de viadutos, da duplicação da Avenida Pinto de Aguiar e da Via Expressa.
A concessão tem duração de 30 anos, contando o período de obras. O trecho do metrô que vai da Estação Lapa até a Estação Retiro entrará em funcionamento em junho de 2014. No mês de janeiro de 2015, será iniciada a operação comercial para o trecho que deve chegar a Pirajá. Já a Linha 2 (Salvador a Lauro de Freitas) terá 24,2 quilômetros, com estações até o aeroporto, no primeiro momento, e depois ampliada até Lauro de Freitas.
Transversais estruturantes vão formar novos corredores de tráfego
As linhas do metrô serão alimentadas por Terminais de Integração, com ônibus convencionais de alta capacidade para o transporte de massa, BRT’s. Depois de construídas, as transversais estruturantes vão formar novos corredores de tráfego, facilitando a mobilidade. Elas possuirão seis faixas, ciclovias e vias exclusivas para os BRT’s.
Com os corredores de tráfego, zonas da cidade que ficavam distantes, a exemplo da suburbana e orla de Salvador, vão ter o trajeto encurtado. A Avenida 29 de Março começará no entroncamento entre Águas Claras e a BR-324, onde será construída a nova Estação Rodoviária e vai integrar com a Linha 1 do metrô, tendo continuidade pela BA-528 até o bairro de Paripe.
Já no sentido contrário a via também permite ligar o Subúrbio Ferroviário a Orla, passando pela 29 de Março, na BR-324, até a Paralela, e atingindo a orla por meio da Avenida Orlando Gomes.
Outra via irá do Lobato a Pirajá, chegando à Paralela, por intermédio da Avenida Gal Costa e a orla, por meio da Avenida Pinto de Aguiar, que já está em obras. A Via Expressa, em fase final de conclusão, com trecho exclusivo para transporte de carga, cria um acesso direto da BR ao Porto e a cidade baixa.
“Estamos firmando esta PPP e vamos consolidar o que era um sonho para os moradores. Serão investidos R$ 1 bilhão em um conjunto de intervenções com a criação de vias estruturantes que vai transformar a capital baiana”, afirmou o ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro.

Com informações da Secom/BA

Sobre Redação | IguaíBAHIA.com.br

Veja Também

Iguaí: Ibiporanga II Vence Riachão de Lô na abertura do Campeonato Rural 2017

Na tarde deste domingo, 01 de Outubro de 2017, por volta dás 15h20, no distrito ...

Deixe uma resposta